Valsa com Bashir

Vi finalmente Valsa com Bashir, filme do israelense Ari Folman sobre sua tentativa de reconsituir suas memórias sobre a Guerra do Líbano, quando então serviu como soldado.

Supostamente o inusitado é ser um documentário em animação, contudo vejo que o inusitado está na escolha da técnica menos do que ser do gênero documental. Isso porque Folman anima os depoimentos dos colegas de exército como uma tentativa de reconstituir a realidade, ou melhor, sua memória sobre a realidade, o que o aproxima em certo sentido a 24 City, de Jia Zhang-ke. Em 24 City, a encenação dos depoimentos demonstra uma tentativa de reconstituir um panorama daquela realidade específica (uma fábrica que será demolida para a construção de um condomínio de luxo, deixando várias pessoas desempregadas); em …Bashir há o mesmo impulso via  animação, entretanto, Folman trata de matéria mais pessoal e impalpável – afinal, o que define nossas memórias?

Tanto em Folman como Zhang-ke, esse impulso visa substituir o maldito “baseado numa história real” ou a simples identificação de suas buscas com uma realidade automática, desconsiderando a mão do operador, seus interesses, sensações, anseios. Folman, assim como Zhang-ke, acreditam no poder do cinema de criar uma fábula e a partir desta atingir a realidade ou uma realidade possível, pois, cada um vive sua realidade e responde a ela a partir de suas experiências e percepções. Nada mais natural que Folman desenhe a realidade que existe (ou não) em suas memórias, mais forte, sedutora, humana – e as vezes mais verdadeira – do que a baseada em fatos reais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: