Wong Kar-Wai

Acaba de sair Cinzas do Passado Redux. Vi o filme durante a Mostra e me parece um dos mais sinceros do diretor.

Todo mundo sabe que acho Wong Kar-wai superestimado. Sempre tem alguém que brada a profundidade do chinês no retrato do amor, principalmente quando à flor da pele (sim, essa doeu).

Para mim, ele esta mais para fogos-de-artifícios que armas-de-destruição-em-massa. Kar-wai achou seu caminho através da plasticidade, e isso é sedutor. Talvez ele seja bom nisso e não no que dizem os outros – não, ele não é o guru do amor. Acho que alguns filmes seus tem pose em excesso, um turbilhão de plasticidade e composição de quadro, a estrutura fragmentada que esconde certa frouxidão e, na verdade, falta uma massa de verdade cinematográfica (como o amour fou de Dias Selvagens) – reparar principalmente em 2046 e Um Beijo Roubado.

Prefiro infinitamente mais o Hou Hsiao-Hsien (esse sim um Godzilla).

Acho que escrevo ainda sobre o Cinzas do Passado Redux. Só preciso achar o texto da época…

Anúncios
1 comentário
  1. Jamila Tavares disse:

    Uow, taí uma coisa que não imaginava que veria no seu blog: hip hop =D
    Chegou inteiro em Sampa?

    Té!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: