Cinzas do Passado Redux (China, 1994/2008)

image

A Sinceridade Plástica

Cinzas do Passado é o filme mais sincero de Wong Kar-wai. Isso porque a atenção plástica característica de suas obras está aqui no rosto do espectador trabalhada estruturalmente e não apenas como um deslumbre ou simples marca autoral. Temos aqui muito mais que um trabalho de imagem: trata-se praticamente de um estudo plástico por parte do cineasta chinês.

O(s) simples enredo(s) do filme propicia(m) este “estudo”. A profundidade que permeia uma história cheia de mitos da cultura da China antiga não é grande suficiente para se perder nela: o samurai a ficar cego, a mulher que toma uma bebida que faz esquecer as coisas, as paixões dos homens não correspondidas, tudo isso está num outro terreno, mais próximo da rapsódia e, portanto, com encadeamento mais frouxo, como um conto que se conta à beira da cama.

Isso porque Kar-wai está interessado em compor ritmo e colorido para este misticismo com a plasticidade dos planos através de pensamentos musicais: rimas, refrões, pontes. Os temas da água e da terra enquanto imagens impressionistas se repetem, com adição do vento que bate nestes elementos e cria novas formas e texturas. Tudo isso dá pulsão e vigor ao novo Cinzas do Passado.

Contudo, os tempos são outros (assim como o filme). A juventude e frescor são substituídos por experiência e fama, transforma esta curiosidade formal de Cinzas do Passado na tranqüilidade auto-icônica de 2046 e Um Beijo Roubado, uma fórmula – a preguiça celebrável – que cedo ou tarde pode atingir o realizador alçado à categoria de autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: