Super Real Madrid?

Kaká por 68 milhões de euros? Cristiano Ronaldo por 96? Estaria o Real Madrid fazendo um supertime?

Sei não, me parece mais um fogo de palha do Florentino Perez. Apesar do Super Real Madrid criado por ele no início desse século ter ganha uma Champions League, aquele time não foi tão superior aos outros quanto as cifras prometiam. E o resultado foi o atual time, fraco, pouco competitivo, recheado de bons jogadores de nível B (ou alguém acha que Snijder, Gago, Marcelo e Pepe são craques do primeiro escalão?)

A questão com a contratação de Kaká, Cristiano Ronaldo e agora Benzema é fazer todo mundo jogar bola junto. O novo técnico é uma promessa interessante: Pellegrini fez um belo trabalho em sua passagem pelo Villareal. Kaká não é um jogador-encrenca (e sempre decide jogos); já o Cristiano Ronaldo tem um ego do tamanho da Rússia e vai ser desgastante segurar o brio do homem quando ele não estiver a fim de ajudar. Benzema é o esteriótipo do delinqüente francês.

O Real Madrid, ao invés de tentar seguir o modelo de seu grande rival (o Barcelona supercampeão de 2009 tem sete jogadores formados nas suas categorias de base), prefere insistir no velho modelo das contratações milionárias (coisa que a MSI tentou implantar no Brasil, sem sucesso expressivo). Problema: quando as estrelas se forem, alguém vai ficar pra pagar a conta. Né Ronaldo?

image

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: