Por que não?

Acabo de ler algo interessante no “Atlas do Cinema Mundial” editado pelo Cahiers neste ano.

O lançamento de Kung-fu Panda, segundo o artigo, causou um debate nacional na China. Nas palavras do autor do texto: “O protagonista do filme é o tesouro nacional chinês e todos os elementos do filme são chineses. Por que não somos capazes de fazer um filme assim?”.

Isso vem bem a calhar no que uns amigos e eu concluímos sobre Rudo y Cursi. É um filme sobre dois irmãos de uma região muito pobre do interior. Um deles sonha em ser goleiro; o outro, cantor. O filme mostra a trajetória dos dois e envolve, entre outras coisas, pobreza e ascensão social, clientelismo, malandragem, vício em jogo, drogas, família, ascensão e queda, sonhos e decepções, e, acima de tudo, duas paixões populares brasileiras: futebol e música sertaneja (ou caipira, você vai entender o porquê).

Detalhe: o filme foi feito no México, dirigido pelo irmão de Afonso Cuáron, produzido por este, Iñárritu e Guillermo del Toro.

Rudo y Cursi foi um sucesso no México e nos Estado Unidos.

Eis a questão: por que o Brasil não é (e não foi nos últimos anos) capaz de produzir um filme comercial que junte este leque de questões tão próximas da nossa cultura popular?

Rudo y Cursi está longe de ser um grande filme, mas é pelo menos honesto, interessante, com uma certa ambição. Sai do imaginário classe média que marca os filmes do Daniel Filho.

Falta ao nosso cinema comercial trazer o imaginário popular brasileiro para o primeiro plano, nem que seja como penduricalho decorativo. Não se pode depender apenas dos “fatos reais” (Carandiru, Meu Nome Não Johnny), das figuras históricas (Olga, Cazuza) ou dos subprodutos televisivos (Se Eu Fosse Você, Os Normais). Deve haver um jeito de vender algo mais que a “limpeza” do pensamento pequeno-burguês e da zona sul carioca. Pode-se tentar. Por que não?

***

Outro ponto sintomático também é que Rudo y Cursi saiu direto em DVD. O que mais os distribuidores e exibidores brasileiros precisam para serem mais corajosos? Não muito corajosos, só um pouco mais?!

Carrões tunados? Mulheres gostosas? Mulheres gostosas nos capôs dos carros tunados?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: