band wagonMinnelli, aqui, não procura jamais revolucionar a estrutura ou o conteúdo da comédia musical. Ao contrário, The Band Wagon representa o apogeu da forma mais tradicional do gênero, que é baseada na preparação de um espetáculo e nasceu com os primórdios do sonoro. Mas ele a enriquece do interior ao introduzir os temas do envelhecimento, do fracasso e da necessária renovação, que ele trata com uma emoção bastante discreta, um humor dinâmico e quase amargo. Renovar-se não é exibir ambições extravagantes, misturar gêneros, minar sistematicamente as velhas tradições (Minnelli, diga-se de passagem, arranha o avant-gardismo da Broadway). É, pois, por um retorno às fontes que exige humildade e coragem, renovar, revitalizar do interior seu domínio e seu próprio talento. É também como afirma Mamoulian a propósito de Fred Astaire, “melhorar a perfeição”.

Discordo um pouco do Lourcelles, pois me parece que A Roda da Fortuna é uma guinada a um musical mais intimista se comparado, por exemplo, a Sinfonia de Paris, musical anterior do próprio Minnelli. Os musicais da “perfeição” tendem ao monumentalismo, ao ornamental, têm nos caleidoscópios de  Berkeley seu ancestral e no longo balé de Sinfonia de Paris seu ponto culminante (Cantando na Chuva já é consciente da opus total minnelliano). A Roda da Fortuna é contido, o plano sequência tem como baricentro do rosto de Astaire e não sua coreografia, os movimentos são sutis, a dança vem de um desejo de comunicar um simples aperto de mão ou um abraço interditado. O desajuste é tema fundamental aqui – os longos planos são a consciência dos dançarinos em plena expressão dele. É um filme de intimidade e melancolia – uma tentativa de reajuste como diz Lourcelles, mas um passo além da lenda desse gênero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: