Mike Nichols

Não, Inácio.

http://inacioaraujo.blogfolha.uol.com.br/2014/11/24/mike-nichols/

Admirar Mike Nichols pelo valor de seu artesanato, tá certo: Nichols conseguiu sobreviver durante vários anos com produção ininterrupta em Hollywood com eventuais sucessos de bilheteria e prêmios. Fora isso, foi um cineasta comum: eficiente na narrativa, seguro na direção de atores, um condutor de roteiros com algumas idéias de transposição da história em imagem. Só.

Fez um grande filme (The Graduate) mais pelo espírito da época (e esse é um mérito dos bons artesãos). Ter esse filme no imaginário cultural está de bom tamanho para Nichols. Não fazia falta ao cinema há algum tempo. A questão está menos nos achados aqui e ali que um diretor é capaz de descobrir e mais em realizar grandes filmes. Nisso Mike Nichols ficou devendo.

Sua apreciação está de bom tamanho no espaço reservado a ele nas enciclopédias das idéias narrativas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: